Tecnologia nas salas de aula UEPA

Giz e pincel atômico fazem parte do passado na Universidade Estadual do Pará (Uepa).

Agora, para ministrar suas aulas, os professores da instuição vão contar com lousas eletrônicas. Além de acesso à internet, a tecnologia permite a exibição de fotos, filmes e animações diretamente no quadro. Foram adquiridas 40 telas interativas, que dentro de 15 dias, estarão em pleno funcionamento nos 20 campi da universidade no Estado. Ontem, a Uepa realizou um curso de capacitação para professores e técnicos dos campi de Belém.


A instalação das novas lousas começam nas próximas semanas. Professores da UEPA ( Universidade Estadual do Pará) testam lousa eletrônica da Oppitz Soluções Tecnológicas (Grupo Cequipel) A lousa eletrônica é uma tela sensível sobre a qual é possível projetar todo tipo de imagem e informação gerada pelo computador. Além disso, todo esse material pode ser manipulado como se estivesse realmente no quadro.


No lugar do giz ou do pincel atômico, entra em cena uma caneta eletrônica para escrever e desenhar. As informações expostas no quadro, durante uma aula, podem ser gravadas e reproduzidas em diferentes situações, inclusive, serem enviadas por email. A tela interativa também dispõe de um teclado virtual, que pode ser acessado a qualquer momento, pelo professor para digitar um texto direto na tela. De acordo com Nuno, apesar do equipamento ser fácil de utilizar, é comum que haja uma resistência dos profissionais que irão utilizá-lo. "e;e;e;e;e;Quando os professores olham a primeira vez para a lousa, eles criam uma barreira. Por isso, durante o curso, procuro deixá-los o mais à vontade possível, para que todos possam mexer"e;e;e;e;e;, conta.


O instrutor da tecnologia, Nuno Berthe, que ministrou um curso para professores e técnicos da instituição, afirma que a utilização de lousas eletrônicas torna as aulas ainda mais dinâmicas. Quando o professor utiliza recursos como data-show, ele precisa se deslocar até o computador para passar de slide ou exibir um vídeo. Com a tecnologia, ele não precisa sair do quadro, permitindo que o aluno não perca o foco da aula, comenta. Didático - O pró-reitor de Gestão e Planejamento da Uepa, Manoel Maximiano, explica que o equipamento permite a interação de várias mídias e facilita a exposição do material didático preparado pelo professor. Esse recurso será muito útil na área da saúde, por exemplo, onde se tem a necessidade de estudar o corpo humano. Assim, com imagens e vídeos o ensinamento da disciplina ficará ainda mais didático. Será, inclusive, um incentivo a mais para os alunos, explica.



FONTE: www.educacionista.org.br/jornal/index.php?option=com_content&task=view&id=2622&Itemid=32



Acesse: www.uepa.br